Janeiro 1st, 2016 | Tags:

2015 já foi… acabou mesmo agora de sair… Já não dá para ir atrás dele….

VeloViewer2015

Agora só falta fazer ainda melhor em 2016!!!


Novembro 20th, 2015 | Tags:

A leishmaniose é uma doença crônica, de manifestação cutânea ou visceral (pode-se falar de leishmanioses, no plural), causada por protozoáriosflagelados do gêneroLeishmania, da famíliaTrypanosomatidae. O calazar (leishmaniose visceral)[1] e a úlcera de Bauru (leishmaniose tegumentar americana)[2] são formas da doença.

As várias formas de leishmaniose podem ser zoonoses ou antroponoses, ou mesmo antropozoonoses. A forma visceral existente no Brasil e em Portugal é uma zoonose comum ao cão e ao Homem.[3] É transmitida ao Homem pela picada de fêmeas de insetos dípteros flebotomíneos, que compreendem o gênero Lutzomyia (chamados de “mosquito palha” oubirigui, no continente americano) e Phlebotomus (no chamado Velho Mundo: Europa, África e Ásia).

É isto que a WikiPedia fala sobre a leishmaniose… Só mesmo uma “desgraça” destas para me fazer voltar a escrever no blog…

Quando vejo que já passou 1 ano desde que escrevi algo por um lado até fico contente, quer dizer que nada de muito significativo se passou… Mas pensando melhor até não foi bem assim….

Faz agora também um ano que a menina Kuka tem andado a fazer das suas…

Como referi há coisa de 1 ano esteve internada durante 1 semana… Por incrivel que pareça os cães também podem sofrer da febre da carraça e claro, dos vários tipos que existe ela teve de apanhar logo a mais complicada… Até transfusão de sangue teve de levar… bem 1 semana para esquecer..
No entanto não é sobre isso o tema deste artigo, é sim sobre a nova “aventura” dela.. Decidiu ela ser picada por um mosquito e assim contrair a leishmaniose, uma das piores doenças que os cães podem apanhar.

O aspecto dela é mau infelizmente.. Tem a cara cheia de manchas de feridas, não coloco imagens pois não quero guardar este momento para o futuro, prefiro ter uma imagem dela com todo o seu pelo.

Depois de visita ao veterinário na semana passada onde recebi este diagnostico deu-se então inicio ao tratamento… Para começar vamos tratar de remediar uma otite que tem nos ouvidos o que implica ter de lhe limpar os ouvidos durante 10 dias seguidos.. Ora isto é coisa para me demorar cerca de 15minutos (por ouvido) pois ela nem assim fica calma.

O segundo passo, que já começou ontem, tratou-se iniciar a medicação por 28 dias de um xarope destinado a combater o parasita.. Só após estes 28 dias vamos ver como evolui o combate… A leishmaniose não tem cura e ela terá de tomar medicação para o resto da vida e ser submetida a analises ao sangue de 3 em 3 meses aproximadamente. Ainda não sei se será necessária  a esterilização dela mas na proxima visita ao veterinário. Neste momento, e apesar do custo avultado que tem todo o tratamento inicial o que importa é dar-lhe qualidade de vida. Nos 4 anos que convivemos juntos já tantas alegrias tivemos com ela, tantos momentos passados que não aceito por nenhuma razão ser privado disso para o futuro.

 

Se os outros conseguem ela também irá conseguir.. Custe o que custar…


Dezembro 9th, 2014 | Tags:

Tal como referi aqui em Março/Abril do corrente ano decidi dedicar-me um pouco mais a pratica do BTT.

Quando se inicia a pratica de um desporto, ou se retoma, existe sempre uma envolvente com grupos de pessoas que nos abre a portas a situações desconhecidas. Seja com o BTT, o futebol, o tenis, etc… é normal tomar conhecimentos de algumas histórias/adventuras que de certa forma marcam os desportos..

O BTT não é exceção, muito pelo contrario… Até à altura em que comecei a praticar não fazia ideia do que seriam provas denominadas de “Cape Epic”, “NGPS”, “Caminhos Franceses de Santiago” e o “Caminho Português de Santiago”.

E é precisamente sobre este que escrevo este texto…

Read more…


Agosto 1st, 2014 | Tags: ,

1 mês e meio depois do ultimo artigo cá estou eu a escrever sobre as voltas de bike com as quais me tenho entretido nos últimos tempos…

Se no ultimo post referenciei que andava viciado, literalmente, no BTT então o vicio acabou de subir um novo nível… É verdade, a Scotty já tinha os seus 3 anos e já começava a sentir falta de um pouco mais…. A bicicleta é de iniciação ao BTT, e não é que esteja um pro na coisa, muito pelo contrario ainda tenho alguns defeitos a corrigir, mas já começava a sentir que já tinha pernas a mais para ela.

A verdade é que ao descer já pedalava mais do que ela aguentava, a partir dos 35km/h ela já não queria mais pedal, e a subir o peso dela e as mudanças da mesma já se queixavam… Então num acto de loucura e aproveitando o facto de me encontrar de férias fui no passado sábado ao DaniBikes escolher uma burra nova…

Estava inicialmente inclinado para uma Scott Spark 760 que é a entrada de gama das versões Spark. Não, nem sequer equacionei outra marca. Para mim existem 2 marcas de Bicicletas, Scott e Rocky Mountain mas esta ultima tenho mais dificuldade em arranjar, pelo que a única solução seria a Scott.

Depois cheguei ainda a equacionar ficar com uma suspensão frontal apenas mas com quadro em Alumínio, nomeadamente a Scott Scale 935

Bem mas após pedir alguns conselhos disseram-me para investir por investir mais vale comprar uma coisa a sério e então apareceu um negocio de comprar uma Spark 730 por um preço razoável e pumba… Cá está ela…

Sparky

Digam lá se não é linda!

 

Agora apenas preciso de comprar uns pedais SPD e respetivas sapatilhas e estou pronto para os tombos 😀


Junho 19th, 2014 | Tags:

Tanto tempo que já não publicava nada… Afinal ainda tenho um blog =)

 

A razão é sempre a mesma… Falta de tempo… Nos ultimos tempos tenho dividido o tempo pessoal entre o treino de Karaté, o qual retornei após 7 anos… É verdade já nem me lembrava de ha quanto tempo foi… E o meu novo amor, o BTT :)

É verdade que já tenho esta “burra” há 2 anos e meio mas só este ano é que ela está a fazer o que foi realmente feita para fazer… Trilhos de monte. Consegui arranjar um grupo engraçado de pessoal para treinar ao fim de semana e tem sido bastante educativo, tenho muito para aprender ainda e a forma fisica ainda não está nem perto do que sei que sou capaz, por isso muitos domingos me aguardam…

A experiencia em si também não é muita, ainda torço um pouco o nariz ao descer e nos trilhos com pedras ainda não sei bem “ler” o melhor caminho a seguir mas eu vou lá… Com treino tudo se consegue… Tombos por agora só 2 o que me faz um pouco feliz :)

O meu perfil no Strava é este

Me and Scotty

Me and Scotty